Maricá: coleta de lixo irregular gera reclamações de moradores

Moradores de diversos bairros de Maricá registram falha na coleta de lixo desde a última semana. Ao menos três distritos (Itaipuaçu, Inoã e parte do distrito Sede) estão com lixo acumulado, o que leva não só sujeira, mas possíveis doenças e animais como ratos, baratas e outras pragas.

No Marine, em São José do Imbassaí, a coleta não é feita, pelo menos, desde terça-feira da semana passada, dia 01/09. “No meu lixo, há material orgânico. Como eu, outras casas também descartaram esse tipo de coisa. Está um cheiro horrível e a gente não pode fazer nada. Daqui a pouco dá rato, urubu, barata, e como vamos fazer?”, reclamou a moradora Cíntia Souza.

Em Inoã, o lixo também não é recolhido desde a última semana. Vale lembrar que Inoã tem um dos maiores adensamentos populacionais de Maricá e sofre com o problema recorrente, com locais não atendidos. Parte dos moradores do Bosque Fundo, por exemplo, descartam seu lixo na RJ-106, onde o caminhão faz o recolhimento.

Já em Itaipuaçu, na região do Cajueiro, por exemplo, as ruas e esquinas estão cobertas de lixo. Moradores reclamam que não há coleta em nenhum ponto do distrito desde antes do feriado prolongado de Independência, entre o final da semana anterior e o início da semana corrente.

Informações passadas por funcionários da Autarquia de Serviços de Obras de Maricá a moradores de São José do Imbassaí dão conta de que o contrato entre o município e a empresa terceirizada que operacionaliza a coleta de lixo foi encerrado nos últimos dias. De acordo com a mensagem passada, um novo chamamento público teria sido feito e outra empresa foi contemplada, e os trâmites estão sendo feitos para a assinatura do novo contrato.

Em nota, a Prefeitura de Maricá disse que foi detectada uma falha na coleta de lixo na rota percorrida pelos caminhões na última segunda-feira (07/09). “Imediatamente, a fiscalização da Autarquia de Serviços de Obras de Maricá (Somar), responsável pelo controle do serviço prestado pela empresa contratada para a coleta entrou em ação, para que a falha fosse explicada e sanada no menor prazo possível”, diz o texto.

De acordo com o município, “o acúmulo de lixo se deu também pela coincidência da data com o feriado, quando a cidade estava mais cheia. O imprevisto, segundo a Diretoria de Coleta de Resíduos e Varrição da Somar, causou impacto maior porque a coleta anterior na rota desses dias havia sido feita na sexta-feira (04/09)”. A nota informou ainda que as rotas de terça, quinta e sábado não foram afetadas, pois a coleta foi feita sábado (05/09) e está sendo feita normalmente nesta terça-feira (08/09).

“A Prefeitura informa, ainda, que o serviço encontra-se regularmente contratado junto à empresa, em plena execução, nos moldes do contrato de n° 120/2020, assinado em 01 de julho de 2020, com vigência estabelecida até o dia 28 de dezembro de 2020. As eventuais falhas no serviço já estão sendo analisadas dentro de processo administrativo aberto para esta apuração. Independentemente dessa tramitação, a coleta já está sendo regularizada como prevê o contrato”, conclui a nota..

Notícias Relacionadas