Maricá: EPT fará aluguel de ônibus para reforçar a frota

A frota da Empresa Pública de Transportes (EPT), que opera linhas nos primeiro e segundo distritos de Maricá, deverá ganhar novos coletivos. A locação de novos ônibus foi comentada durante reunião no Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) e confirmada pelo ErreJota Notícias.

Participaram da reunião no MP-RJ, em Niterói, o presidente da EPT, Celso Haddad, o secretário de Transportes de Maricá, André Luis Azeredo, a promotora Renata Scarpa Fernandes Borges e dois munícipes.

Conforme antecipado ao ErreJota Notícias por Celso Haddad, serão entre 20 e 25 ônibus locados. “Não dá pra falar em prazo por conta dos trâmites administrativos, mas acreditamos que em até 45 dias já teremos o processo formalizado”, disse o presidente da autarquia.

Os coletivos atuarão nas mesmas linhas já operadas pela EPT, e tem por objetivo garantir maior eficiência no transporte público municipal, reduzindo os tempos de espera.

Atualmente, a frota da empresa conta com 38 coletivos, e entre 18 e 20 ônibus fazem as linhas operadas. Segundo Celso, o maior problema para que coletivos fiquem fora de circulação é a manutenção demandada após vandalismo.

Aumento de demanda – Celso Haddad comentou, ainda, que a empresa percebeu um grande aumento da demanda nas linhas por ela operada nos últimos meses. “Houve um crescimento de 20 a 30% de passageiros, o que acaba causando a superlotação”, pontuou.

Atualmente, uma licitação para a compra de 80 novos ônibus (60 “grandes” e 20 micro-ônibus) está suspensa após determinação do Tribunal de Contas do Estado (TCE) para a realização de ajustes.

Notícias Relacionadas