Rio de Janeiro,

quarta-feira, dezembro 8, 2021
spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #42

Maricá terá a maior arena de beach soccer do mundo

Mais lidas

A Barra de Maricá vai receber a maior arena para a prática de beach soccer (futebol de areia) do mundo. A construção do espaço, que terá capacidade para quatro mil espectadores, foi apresentada para representantes da Confederação de Beach Soccer do Brasil (CBSB) e da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) durante reunião nesta terça (23).

No local também será construído um centro de treinamento. De acordo com a Prefeitura de Maricá, o objetivo é fomentar a modalidade na cidade e atrair competições municipais, nacionais e internacionais.

A arena e o centro de treinamentos deverão ser construídos entre as ruas 02 e 03, entre o calçadão e a margem da lagoa da Barra de Maricá. O projeto prevê um centro de treinamento da seleção brasileira, escolinha e a arena com capacidade de quatro mil espectadores, vestiários, sala de imprensa e de reuniões, bar e loja temática, funcionando também como espaço multiuso, que poderá receber outros tipos de eventos, incluindo shows musicais.

“Nossa ideia é que esse espaço se torne referência da modalidade para todo o país. Com isso, estamos afirmando a natureza de Maricá para os esportes litorâneos. Muito em breve vamos tirar esse projeto do papel”, disse Fabiano Horta.

Além de uma reunião no gabinete do prefeito, houve também uma visita ao local que deve receber a estrutura. Participaram da reunião e da visita técnica o secretário de Esportes de Maricá, Filipe Bittencourt, o gerente de beach soccer da CBF, Eurico Pacífico, o consultor da Confederação de Beach Soccer do Brasil, Maurício Carlos, e o ex-jogador da modalidade Júnior Negão.

“O que Maricá nos oferece é uma oportunidade para este esporte no mundo todo, pois a maior de todas as arenas será aqui. Tenho certeza que o trabalho que iremos desenvolver trará grandes resultados”, disse Eurico.

Os jogos oficiais de beach soccer estão previstos para começar em abril de 2022 com etapas do campeonato brasileiro e também partidas internacionais. A ideia é que grande parte do calendário oficial da modalidade aconteça em Maricá, fazendo com que o beach soccer brasileiro cresça ainda mais.

“Agora temos a oportunidade de atrair o beach soccer de todo o Brasil, trazer a seleção brasileira para treinar na cidade e também atrair cada vez mais gente para a prática desse esporte. Certamente será um grande legado para a população”, avaliou Bittencourt.

Júnior Negão não escondeu sua satisfação em testemunhar o nascimento deste projeto. “Estou muito feliz porque vai ser a maior arena do mundo em um lugar maravilhoso como Maricá. O Brasil tem de voltar a ser campeão mundial nas areias e creio que isso comece por aqui”, disse o ex-craque que integrou a primeira seleção brasileira de beach soccer ao lado de dos jogadores Júnior, Zico e Edinho.

No local, a CBF planeja, também, promover cursos de capacitação na área esportiva para árbitro, técnico e preparador físico.

spot_img
spot_img

Últimas noticias