Novas vigas são instaladas na Estrada dos Cajueiros em Maricá

As obras de duplicação da Estrada Oscar Vieira da Costa Junior, popularmente conhecida como Estrada dos Cajueiros, no bairro de Itaipuaçu, em Maricá, estão a todo vapor. Nesta terça-feira (1º) começaram a ser instaladas as vigas da nova ponte da via. A previsão é que a nova ponte fique pronta até janeiro.

A nova estrutura dará lugar a antiga ponte sobre o Rio Bambu, que era parte da Estrada dos Cajueiros e foi demolida em setembro. As quatro estruturas foram içadas com uso de um guindaste e colocadas sobre as cabeceiras nas duas margens do curso d’água. A próxima etapa será a colocação e amarração das lajes sobre as quais serão feitas a faixas de rolamento. A passagem terá 26,40 metros de comprimento e 13,70 de largura.

As obras foram iniciadas em 2018 e incluem nova pavimentação e iluminação. As pistas terão 21 metros de largura e contarão com pistas de rolamento de sete metros cada, acostamento e dois metros de ciclofaixa na divisória da via e inclui a construção de novas calçadas.

A obra já agrada os moradores do bairro de Itaipuaçu, que estão ansiosos para conclusão das obras.

“Essa é uma obra que esperávamos a anos. Melhoria é sempre bem-vinda, sabemos que para o bônus vem o ônus e por isso temos que aguardar. Depois que estiver pronta vai beneficiar a todos”, contou a servidora pública, Cássia Barcellos, 38 anos.

O projeto inclui ainda três pontos de retorno com rotatórias. O investimento é de R$ 18.582.884,08.

Novas Pontes- Outras quatro pontes este mês. Essas novas peças estão com intervenções avançadas nas ruas 53, 70, 116 e 128, todas sobre o canal da Costa e ligando a Rua Antônio Marques Mathias (antiga rua 36) e a Avenida Oscar Niemeyer (antiga 37), esta última quase integralmente pavimentada.

Em fevereiro, antes do início da pandemia do novo coronavírus, foi entregue à população a nova ponte da Rua Douglas Marques Rienti (antiga Rua 83), com 10 metros de largura e 37 de extensão. A passagem foi erguida em pouco mais de três meses e tem duas faixas de rolamento, o que permite a circulação em dois sentidos simultaneamente. O mesmo modelo será adotado nas próximas pontes.

Notícias Relacionadas