spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #72

spot_img
spot_imgspot_img

Presidente da Asserj tranquiliza população sobre venda e compra do arroz

spot_imgspot_img

Mais lidas

Após corrida aos mercados para compra de arroz, racionamento dos estabelecimentos para limitar quantidade para os clientes e importação do grão em medida medida provisória do Governo Federal, a Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro (Asserj) se manifestou sobre o assunto. Segundo a instituição a limitação tem caráter preventivo.

Fotos Raquel Morais

O presidente da Asserj, Fábio Queiróz, pediu calma para a população. “Gostaria de esclarecer e acalmar a população, passando o real cenário que estamos vivendo em relação ao abastecimento dos alimentos produzidos no Sul, principalmente o arroz. Não há relatos de problemas com o carregamento dos caminhões, já que as fábricas contam com trabalhadores. O desafio maior é passar os caminhões nas vias e estradas alagadas e danificadas, eles não estão saindo do Rio Grande do Sul”, frisou.

Mais de 80% da safra já tinha sido recolhida antes da enchente. “As primeiras limitações de produtos começaram nos supermercados de forma preventiva, visando apenas que, nestes próximos dias, onde o desafio é grande, não haja super estocagem. O objetivo é evitar a injustiça social, onde as pessoas com mais capacidade financeira podem comprar grandes volumes de produtos, prejudicando as famílias menos favorecidas, e também evitar um possível aumento dos preços, pois sempre que a demanda e a oferta entram em desequilíbrio existe tendencia de alta”, completou.

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Últimas notícias

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img