Rio recebe mais de 27 mil pistolas da Intervenção Federal

FOTO: Philippe Lima / Divulgação Governo do Estado do Rio de Janeiro FOTO: Philippe Lima / Divulgação Governo do Estado do Rio de Janeiro

Foram entregues nesta terça-feira (10) às forças de segurança do Estado 27.424 pistolas Glock cal. 40) pelo Gabinete de Intervenção Federal. As armas serão utilizadas pelas Polícias Civil e Militar, pelos agentes da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) e do Corpo de Bombeiros. Os equipamentos, adquiridos com recursos do Governo Federal, representam o legado da Intervenção Federal na Segurança Pública do estado, finalizada em dezembro de 2018.

“Certamente, este armamento será extremamente útil às nossas forças de segurança, especialmente para a nossa Polícia Militar. Este legado será muito bem empregado. São pistolas de excelente nível técnico e muito esperadas pelas corporações. Eu tenho certeza que estaremos ofertando aos nossos profissionais mais dignidade de trabalho”, afirmou o governador Wilson Witzel.

FOTO: Philippe Lima / Divulgação Governo do Estado do Rio de Janeiro
FOTO: Philippe Lima / Divulgação Governo do Estado do Rio de Janeiro

A maior parte dos equipamentos ficará com a Polícia Militar (15 mil). A Polícia Civil receberá 9.360 pistolas. Responsável pelo policiamento ostensivo no estado, a Polícia Militar ficará com o maior número de pistolas: 15 mil, no total. Outras 9.360 serão destinadas à Polícia Civil. Já a Seap receberá 3 mil armas e o  Corpo de Bombeiros, 64 pistolas.

Segundo o coordenador-geral da gestão do material do Gabinete de Intervenção Federal, Mario Luiz de Ataíde Fonseca, três helicópteros adquiridos na Itália chegarão até janeiro de 2021. Dois seguirão para a Polícia Civil e um para o Corpo de Bombeiros. A compra das aeronaves totaliza R$ 150 milhões. “Já entregamos mais de 60% do material adquirido pelo GIF desde fevereiro deste ano, algo em torno de R$ 600 milhões. Faltam 30% ainda, entre viaturas, mais armamento e um equipamento de imagem, que será acoplado aos helicópteros da Polícia Militar, no valor de R$ 25 milhões” detalhou o coordenador.

As novas armas representaram um salto de qualidade no combate ao crime e na defesa da integridade dos agentes de segurança. O custo total da aquisição pelo Governo Federal foi de R$ 43.329.92,00.

Notícias Relacionadas