Saquarema prorroga medidas restritivas; Saúde deverá estudar flexibilização

Uma das medidas restritivas implementadas pela Prefeitura de Saquarema são as barreiras sanitárias, que impedem que turistas, visitantes e veranistas entrem na cidade durante o período de pandemia. | Foto: Ruy Machado

Foi publicado neste sábado (30), em edição extra do Diário Oficial de Saquarema (DOS), novo decreto prorrogando as medidas de isolamento social anteriormente impostas. Com a determinação, seguirão valendo as medidas anteriormente impostas até 07/06.

Com isso, permanecem valendo restrições impeditivas, como a proibição de funcionamento do comércio não essencial, barreiras sanitárias nas entradas da cidade e proibição de acesso à turistas, visitantes e veranistas.

A permanência em áreas públicas, como praças e parques, segue proibida, bem como nas praias (exceto para a prática de atividades esportivas em horários restritos – clique aqui).

Durante a semana, em ofícios enviados, o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) recomendou que Saquarema endurecesse as medidas de isolamento social. Na visão do promotor Eduardo Fiorito Pereira, há excesso de circulação de pessoas nas ruas do município, o que possibilita a formação de aglomerações na cidade (clique aqui e leia mais).

Flexibilização – No decreto, a prefeita Manoela Peres determina que a Secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância Sanitária, realize estudos técnicos, científicos e demais estratégias em saúde, para avaliar e justificar eventual flexibilização das medidas adotadas.

Vale lembrar que a cidade já possui um plano de reabertura gradual do comércio, que está sendo seguido conforme as determinações e recomendações do Ministério da Saúde e Secretaria de Estado de Saúde.

Casos – Neste sábado (30), segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Saquarema possui 171 casos confirmados da doença. Não houve alteração no número de vítimas fatais por Coronavírus, que permanece em 16 óbitos. 15 casos são suspeitos e permanecem monitorados pela SMS, bem como dois casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave.

90 pacientes da cidade já se recuperaram do Covid-19. Desde o início da pandemia, 182 casos suspeitos da doença já foram descartados.

Notícias Relacionadas

 

 

 

 

 

 

 

ID do anuncio invalido ou não publicado.