Sessões da Câmara de Maricá serão realizadas por videoconferência

Seguindo o que o Congresso Nacional e a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) estão realizando, a Câmara de Maricá adotará o sistema de videoconferência para a realização das sessões parlamentares. A medida tem, como objetivo, preservar a saúde dos envolvidos (vereadores e servidores da Câmara).

“Entendemos que o Legislativo não pode parar. Temos projetos para votar e indicações para fazer, por isso, nossas reuniões serão realizadas on-line. Ainda estamos em processo de adaptação e estamos buscando os meios possíveis para continuar atendendo à população. Precisamos preservar a vida dos nossos funcionários e também dos munícipes. No entanto, precisamos manter os trabalhos”, adiantou o presidente da casa, Aldair de Linda (PT).

O modelo já começou a ser implantado. Nesta quinta (28), aconteceu já dessa forma a audiência pública para a demonstração e avaliação do cumprimento de metas do 1º quadrimestre do ano de 2020. Participaram o vereador Jorge Castor (PT) e o controlador-geral da Prefeitura de Maricá Joab Carvalho.

“Nesse momento de pandemia, precisamos nos adaptar e manter o funcionamento da Câmara. Estamos trabalhando para retornar com as sessões ordinárias e extraordinárias de forma online”, disse o chefe do Legislativo municipal.

A próxima sessão da casa, marcada inicialmente para a próxima semana, já acontecerá nesse formato. A data, assim que definida pela mesa diretora e setores internos, será divulgada à imprensa e público em geral.

“Já estão sendo feitos os primeiros testes para termos uma sessão com som e imagem de qualidade. Serão videoconferências com todos os vereadores”, pontuou Aldair.

De acordo com a casa, os setores de Tecnologia de Informação e Assessoria de Comunicação já estão estudando a melhor plataforma de transmissão (Facebook ou YouTube).

Notícias Relacionadas