Temer, Moreira Franco e Coronel Lima devem depor hoje

Reprodução TV Globo
Reprodução TV Globo

Depois de passarem a primeira noite na prisão, o ex-presidente Michel Temer, ex-Ministro Moreira Franco e o Coronel Lima devem depor hoje na sede da Polícia Federal, no Rio de Janeiro. 

As prisões fazem parte da investigação que é um desmembramento das operações Radioatividade, Pripyat e Irmandade e foi encaminhada pelo STF para a 7ª Vara Federal Criminal do RJAs, onde apontam que a organização criminosa praticou diversos crimes envolvendo variados órgãos públicos e empresas estatais, tendo sido prometido, pago ou desviado para o grupo mais de R$ 1 bilhão e 800 milhões de reais. 

A investigação atual ainda mostra que diversas pessoas físicas e jurídicas usadas de maneira interposta na rede de lavagem de ativos de Michel Temer continuam recebendo e movimentando valores ilícitos, além de permanecerem ocultando valores, inclusive no exterior. Quase todos os atos comprados por meio de propina continuam em vigência e muitos dos valores prometidos como propina seguem pendentes de pagamento ao longo dos próximos anos. 

HC – A defesa de Temer recorreu ao Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2), que pode julgar também nesta sexta o pedido de habeas corpus.

Notícias Relacionadas