Rio de Janeiro,

terça-feira, junho 22, 2021
spot_img

Leia a nossa última edição #37

“Auxílio Emergencial” do Governo do Estado do RJ é lançado

Mais lidas

Com o objetivo de beneficiar mais de 1.4 milhão de pessoas, o Governo do Estado do Rio de Janeiro lançou, nesta quarta (02), o programa SuperaRJ. O benefício tem por objetivo mitigar os efeitos de pobreza causada pela pandemia do Coronavírus.

“Não há meta maior do que a gente atender nosso povo. O enfrentamento à pobreza é a principal meta do SuperaRJ”, pontuou o governador Cláudio Castro. A previsão de investimento mensal é de R$ 86 milhões/mês. As inscrições já estão abertas e podem ser realizadas clicando aqui. Dúvidas podem ser sanadas em 0800 071 7474.

Para o Deputado Estadual André Ceciliano (PT), presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), contou da harmonia dos poderes e do empenho na busca de soluções para o estado. “Essa parceria [Alerj e Governo do Estado] já deu muitos frutos e vai continuar dando. É natural que, por vezes o Executivo tenha uma proposta e o Legislativo faça modificações. Mas a Alerj não faltou ao estado e não vai faltar. Nasceu um projeto coletivo, do estado do Rio de Janeiro”, disse.

O projeto foi criado pela Alerj e prevê ajuda financeira a mais de 355 mil famílias que vivem na pobreza e extrema pobreza e que perderam seus empregos. O valor do benefício mensal será de R$ 200, com acréscimo de R$ 50 para cada filho, limitado a dois menores.

Poderão se inscrever no SuperaRJ pessoas inscritas no Cadastro Único do Governo Federal (CadÚnico); pessoas com renda familiar per capita igual ou menor que R$ 178; moradores do Estado do Rio de Janeiro; maiores de 18 anos (exceto mães adolescentes); desempregados podem solicitar o benefício no mês anterior a última parcela do seguro-desemprego; quem perdeu emprego formal com salario de até R$ 1.501 a partir de março de 2020 sem fonte de renda.

Não tem direito ao benefício quem for beneficiários do Bolsa Família ou de qualquer outro auxilio emergencial federal ou municipal; quem receber qualquer tipo de benefício previdenciário, assistencial ou trabalhista; pessoas que tiveram com renda maior ou igual a R$ 25.559,70 em 2020.

Empresas também serão beneficiadas pelo SuperaRJ com linhas de crédito criadas. De acordo com o Governo do Estado, a Agência Estadual de Fomento (AgeRio) vai fornecer empréstimos de até R$ 5 mil para autônomos e profissionais informais e até R$ 50 mil para micro e pequenos empreendedores. Inicialmente, serão empenhados R$ 150 milhões para os empréstimos.

Confira o planejamento de inscrições e entrega dos cartões:

spot_img

Últimas noticias