Brasileiro de Tiro com Arco reuniu atletas de todo país em Maricá

O fim de semana entre feriado foi marcado pelo 44º Campeonato Brasileiro Adulto de Tiro com Arco em Maricá. As disputas das finais aconteceram na Praça Orlando de Barros Pimentel que fica no coração da cidade e foi aberto ao público que pode acompanhar um pouco mais sobre o esporte que é uma modalidade olímpica. É em Maricá que fica a sede e o Centro de Treinamento da Confederação Brasileira de Tiro com Arco (CBTarco). 

Mais de 150 atletas de 19 Federações do país participaram do evento, entre eles nomes olímpicos como Ane Marcelle Gomes dos Santos e o tricampeão brasileiro Marcus Vinicius D’Almeida, nas modalidades arco recurvo e arco composto com rounds duplos individuais, em dupla mista e equipe.

Garantiram o ouro Thiago de Castro Gonçalves, pelo composto masculino, Gisele Esposito Meleti, pelo composto feminino, Drean Braga da Silva pelo recurvo masculino, Ane Marcelle Gomes dos Santos, pelo recurvo feminino, Fundação Amazonas Sustentável (FAS), pelo recurvo equipe masculina, Associação Arqueiros da Íris (IRS) de Maricá, pelo recurvo equipe feminina, Fundação Amazonas Sustentável (FAS) pelo recurvo equipe mista e Sociedade Esportiva Palmeiras (SEP) pelo composto equipe masculina.

Ao todo, atletas de Maricá conquistaram oito medalhas, sendo duas de ouro (individual feminino e equipe feminina mista), três de prata (feminino individual, equipe masculina e equipe mista) e três de bronze (feminino individual, equipe masculina e equipe mista). A maioria desses atletas entraram para o esporte através de um convênio da Prefeitura com a CBTArco. Normalmente, alunos da rede pública de ensino têm a oportunidade de se aprimorar na modalidade.

Ane Marcelle Gomes dos Santos (24 anos) é uma delas. “Eu tinha 15 anos quando comecei a fazer tiro com arco. Foram na escola e disseram que precisavam mais para o feminino. Eu fazia handball, mas achei o tiro com arco completamente diferente e decidi trocar de esporte. Valeu muito a pena”, lembrou minutos antes de disputar a medalha de ouro pelo individual e de bronze pelo misto. “Jogar em casa é melhor por ter uma torcida maior, que sempre nos ajuda muito, porque nos coloca para cima. E o fato de ser aqui na praça torna o esporte ainda mais visível”, analisou a atleta olímpica e membro da seleção brasileira.

O evento foi organizado pela CBTarco, Federações de Tiro com Arco com o apoio da Secretaria de Esporte e Lazer. O Secretário Filipe Bittencourt entregou as premiações aos vencedores.

O ErreJota Notícias transmitiu as finais da competição através da nossa página no Facebook. (veja aqui).

 

ATLETAS INTERNACIONAIS EM 2019

Maricá ira sediar, no próximo ano, mais dois torneios de tiro com arco. Torneios com presença de atletas internacionais e com contagem de pontos para o ranking mundial do esporte. É o que afirma João Cruz, presidente da Federação de Tiro com Arco do Estado do Rio de Janeiro (Fetarco-RJ). “Esse é o evento teste para o Brasil Cup Maricá 2019 que vai valer para o ranking mundial e para o sul-Americano de tiro com arco. Mas é importante destacar que sem o poder público, nós não teríamos condições de fazer um evento desse tamanho, com final em praça pública. Graças a Deus, aqui em Maricá nós conseguimos tudo que precisamos”, afirmou.

 

Notícias Relacionadas