Estado prorroga medidas restritivas e acesso às praias depende de flexibilização dos municípios

O Estado do Rio de Janeiro prorrogou as medidas restritivas para evitar a propagação da Covid-19 até o dia 20 de novembro. Entre as atividades proibidas estão a permanência nas praias, lagoas, rios e piscinas públicas, bem como a visita a pacientes de covid-19 internados. Porém, os municípios que estão nas regiões com bandeira amarela podem flexibilizar as permissões, como já fez a capital.

O novo decreto segue com a proibição para realização de eventos e atividades com a presença de público que envolva aglomeração. Vale lembrar que a realização de eventos culturais e de lazer em espaços abertos ou fechados, cumprindo as medidas preventivas e protocolos de segurança sanitária, já foi liberada. Parques e praças devem delimitar as áreas que precisam ter controle de acesso do público.

De acordo com a última classificação, o estado como um todo permanece em bandeira amarela, de baixo risco para a contaminação. Apenas uma das nove regiões fluminenses, a Baixada Litorânea, está com risco moderado, na bandeira laranja. Todas as outras estão em amarelo. Nenhuma atingiu os parâmetros para a bandeira verde, de risco muito baixo.

Notícias Relacionadas