Linha Maricá x São Paulo estreia com previsão de ampliação

Partida de Maricá acontece às 20h45, com previsão de chegada à capital paulista às 04h50. | Foto: Lucas Nunes


Teve início nesta quarta-feira (30) a linha rodoviária interestadual Maricá x São Paulo, operada pela Auto Viação 1001. Apesar da baixa procura na estreia (apenas quatro passageiros seguiram rumo SP e sete vieram para Maricá), a linha deve atender mais de 2.000 passageiros por mês, totalizando 25 mil clientes por ano.

Até mesmo os representantes da empresa perceberam o entusiasmo e expectativas dos maricaenses em torno da linha. “Nós, na empresa, nunca vimos tamanho entusiasmo de uma cidade ao implementarmos uma linha. Infelizmente, não tivemos tempo entre a publicação e o início das operações de melhor nos estruturarmos, mas isso vamos implementando com o tempo”, contou o representante da Auto Viação 1001 Fábio Nascimento.

O ônibus, double class, tem capacidade para oito leitos e 46 semileitos, e fará 12 viagens por semana (seis em cada sentido). As viagens entre Maricá e São Paulo acontecerão sempre de domingo à sexta-feira, com partida às 20h45. Já entre São Paulo e Maricá, acontecem de segunda à sábado, com saída às 0h10. Dois motoristas se revezarão no trajeto.

Segundo o representante da 1001, outro horário de partida pode ser implementado em breve, de acordo com a demanda. “Está previsto a implementação de duas partidas diárias em cada sentido, sendo uma pela manhã, e uma a noite”, adiantou.

“Vamos implementar, na cidade, um guichê de vendas, para facilitar o acesso à linha. Vamos oferecer também, passagens para outras linhas, aumentando o leque de baldeações que os passageiros possam se interessar”, disse Fábio.

O casal Luiz Antônio e Valéria Castro escolheram maior conforto durante a viagem e desembolsaram R$100 cada para viajar em dois dos leitos do coletivo (há também a opção de semileitos à R$50). “Estamos indo visitar nossa filha, que mora no Alphaville. Essa linha facilita muito, não precisamos mais ir até o Terminal Novo Rio para embarcar. Diminui esforço e custos”, falou Valéria. 

Luiz Antônio, apesar da felicidade em  embarcar na cidade, fez ponderações. “Quanto mais a cidade agregar condições de transporte, melhor. Mas tem que se pensar em ampliar o terminal de Maricá estruturalmente, sem falar na implementação de novas linhas”, finalizou.

Notícias Relacionadas