Rio de Janeiro,

sábado, setembro 18, 2021
spot_imgspot_img

Leia a nossa última edição #40

Tiroteios em Maricá aumentaram em 100% no primeiro semestre de 2021

Mais lidas

Dados da plataforma “Fogo Cruzado” mostram que o número de tiroteios em Maricá dobrou, quando comparados os primeiros semestres de 2020 e 2021. O número de mortos e feridos em decorrência desses tiroteios também aumentou.

Entre 01/01/2021 e 30/06/2021, foram registrados pela plataforma, que é colaborativa, 28 tiroteios, dos quais 16 contaram com a presença de agentes de segurança. Já no mesmo período de 2020, foram registrados 14 tiroteios na cidade. Ou seja, há um aumento de 100% no comparativo entre os anos.

Em 2021, foram registrados 15 mortos e 14 feridos. Nesses dados estão contabilizados a morte de um agente de segurança. Outros dois agentes também ficaram feridos. No comparativo entre os anos, percebe-se um aumento de 66,6% no número de vítimas fatais e de 366,6% no número de feridos por arma de fogo.

Localidades – De acordo com a plataforma, os bairros com mais registros de tiroteios são Inoã e Itaipuaçu. É no quarto distrito, ainda, que houve o maior número de mortes em decorrência dos tiroteios.

Na região Leste Fluminense, que é composta por sete cidades, o maior número de tiroteios aconteceu em São Gonçalo, com 389 casos registrados no no primeiro semestre desse ano. Niterói aparece em segundo lugar, com 135 tiroteios. Itaboraí fecha o “pódio”, com 39 ocorrências.

spot_img
spot_img

Últimas noticias