Uruguai vence um Egito sem Salah em vitória apertada

Foto: Reuters
Foto: Reuters

A segunda partida da Copa do Mundo FIFA Rússia 2018 trazia consigo uma expectativa além do que somente a de um grande jogo. Muito se falava no craque egípcio Mohamed Salah, já que não se sabia se ele estaria em campo após sofrer uma lesão no ombro na final da UEFA Champions League, contra o Real Madrid, após dividida dura com o zagueiro espanhol Sergio Ramos.

Salah foi até Ecaterimburgo e ficou no banco de reservas, enquanto o Uruguai se apresentou com força máxima e com um dos ataques mais temidos do mundo, composto por Luis Suárez, atacante do Barcelona-ESP e Edinson Cavani, parceiro do brasileiro Neymar no Paris Saint-Germain-FRA.

O jogo foi bem equilibrado, com uma atuação defensiva bem sólida por parte da seleção egípcia, que pouco deixava o Uruguai criar. As grandes defesas e atuação segura do goleiro El Shenawy faziam o jogo parecer que ia terminar em empate, o que seria lucro pra seleção egípcia, já que o Uruguai levava ampla vantagem no confronto.

Até que, aos 44 minutos da segunda etapa, José Gimenez testou firme contra o gol adversário, após cobrança de falta próxima à linha de fundo e anotou o único gol da partida, suficiente para garantir os três pontos pra seleção celeste, duas vezes campeã do mundo.

Notícias Relacionadas