Flordelis e Anderson do Carmo tinham relações sexuais com filhos, afirma testemunha

Foto: Reprodução / Flordelis Souza Foto: Reprodução / Flordelis Souza

Uma trama com ares cada vez mais hollywoodianos; uma testemunha que teria morado na casa de Flordelis e Anderson do Carmo afirmou ao “RJ2”, da TV Globo, que o casal mantinha relações sexuais com alguns dos mais de 50 filhos afetivos. O nome desse declarante, por medo de possíveis represálias, não foi divulgado.

“Durante o convívio, era perceptível que eles mantinham relações sexuais entre irmãos, entre pai e filha, entre mãe e filhos. Isso era nítido, notório, e inclusive contado pelos próprios”, disse à reportagem.

LEIA MAIS:
• Flordelis é acusada de ser mandante da morte do pastor Anderson
• Polícia Civil indicia Flordelis por cinco crimes; saiba quais
• Suplente de Flordelis é radialista investigado por rachadinhas na Alerj

E os escândalos sexuais não param por aí. De acordo com o inquérito de investigação que aponta Flordelis como mandante do assassinato do marido, uma das filhas foi oferecida sexualmente para um pastor estrangeiro.

“A testemunha lembra que, em determinada época, os familiares receberam a visita de pastores pentecostais estrangeiros. (…) O declarante lembra que, como forma de recepção para os tais pastores, uma das filhas foi oferecida sexualmente para os mesmos. Flordelis foi quem fez a oferta”, diz a denúncia.

No inquérito, também há menções feitas por testemunhas de que Anderson do Carmo mantinha relações com uma filha afetiva e que o casal era adepto de noitadas em “casas de swing” (troca de casal para relações sexuais). “Há uma completa dissociação entre a imagem construída e as práticas do grupo familiar”, diz a denúncia.

Flordelis nega as práticas.

Notícias Relacionadas