Maricá tem o segundo pastor evangélico morto em menos de um mês

Divulgação
Divulgação

A Polícia Civil investiga a morte do pastor evangélico, identificado como Marcelo da Silva, de 49 anos, executado no fim da noite de terça-feira, em Itaipuaçu. Esse é o segundo líder religioso, morto em Maricá, em menos de um mês.

De acordo com agentes da Divisão de Homicídios, o crime teria ocorrido por volta das 23h. Marcelo estava na garagem de um imóvel situado na Rua 8, Loteamento Recanto, quando foi surpreendido pelos criminosos. Testemunhas contaram aos investigadores que os apenas escutaram os disparos e que em seguida foram alertados de que um homem havia sido baleado.

O líder religioso chegou a ser socorrido pela equipe de Resgate da Prefeitura, mas ao dar entrada no Hospital Conde Modesto Leal, acabou morrendo em decorrência dos ferimentos.

Marcelo da Silva era pastor na Igreja Unção e Vida, situada em São Bento da Lagoa.   

Segundo caso – No último dia 18 de janeiro, a Polícia Civil investigava o desaparecimento de Fabrício Pimentel, de 40 anos, líder religioso de uma igreja em Inoã. Fabrício também trabalhava como motorista de uma aplicativo de passageiros, e teria saído de sua residência em Inoã, para encontrar-se com um passageiro, no bairro do Anaia, em São Gonçalo, quando não foi mais visto.

Três dias depois, o corpo do pastor evangélico foi encontrado numa área de mata fechada, em Inoã, distrito de Maricá. O veículo do pastor, modelo Fiat Siena, de cor branca, foi encontrado na madrugada do dia anterior, abandonado na Rua Chuí, na localidade de Bosque Fundo.

 

Notícias Relacionadas