PM morre após troca de tiros com militares na Baixada Fluminense

Foto: Reprodução Globonews

Foto: Reprodução Globonews

Segundo o Comando Conjunto, que coordena a ação integrada na Baixada Fluminense, um policial furou dois bloqueios da operação e trocou tiros com os militares, o PM morreu no local. De acordo com informações do Coronel Cinelli, porta Voz do Comando Militar do Leste, o PM foi identificado como Diogo Gama Alves Mota, lotado na 3ª UPP / 6º BPM (Andaraí).

O PM estava em trajes civis e em um carro particular e abriu fogo contra os militares por volta de 5h da manhã. Militares encontraram no carro do PM morto uma pistola com registro da corporação e acionaram a perícia.

O delegado responsável pela perícia disse que a morte do policial militar pode ter sido uma fatalidade. Uma das hipóteses é que o PM tenha atirado porque confundiu os militares do Exército, armados de fuzil no meio da rua, com bandidos.

Mesmo baleado, o soldado ainda conseguiu dirigir 500 metros até o local onde morreu. Diogo Gama Alves Mota deixou esposa e um filho que completou oito anos na semana passada.

Notícias Relacionadas